Destaque

Saiba como será possível o uso do FGTS para pagamento de dívidas

Compartilhe :

Proposta é permitir que o trabalhador, titular da conta vinculada, possa movimentar sua conta vinculada no FGTS para quitar ou amortizar dívidas

O Projeto de Lei 1518/19, de autoria da deputada Daniela do Waguinho (MDB-RJ), permite a movimentação da conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para amortização ou quitação de dívidas tributárias, como IPVA, IPTU e Imposto de Renda. A proposta, que já tramita na Câmara dos Deputados, prevê o saque de até 50% do saldo desde que comprovada a impossibilidade de quitação dessas dívidas.

A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

“Nesse sentido, é a nossa proposta permitir que o trabalhador, titular da conta vinculada, possa movimentar sua conta vinculada no FGTS para quitar ou amortizar dívidas, permitida a utilização máxima de 50% do saldo existente e disponível na data da solicitação de movimentação, quando ele estiver comprovadamente impossibilitado de quitá-las, nos termos do regulamento. Os recursos provenientes dessa movimentação deverão ser transferidos diretamente à fazenda pública, após indicação, pelo titular, do tributo a ser pago”, diz Daniela no projeto de lei.

A Lei do FGTS (8.036/90) prevê movimentação do saldo em casos como demissão sem justa causa, término do contrato por prazo determinado, aposentadoria e aquisição de imóvel.

A autora do projeto disse que o objetivo é permitir que o cidadão tire seu nome dos inadimplentes da inscrição na dívida ativa. “Além de movimentar a economia, será um alívio para quem está endividado sem opções de como negociar a dívida”, disse.  Para garantir o pagamento, os recursos retirados do fundo deverão ser transferidos diretamente à Fazenda Pública para quitar o débito existente, em qualquer esfera, municipal, estadual ou federal. A transferência será feita após indicação pelo titular do tributo a ser pago.

Justificativa do projeto

De acordo com Daniela do Waguinho, “faz 52 anos que o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado para garantir ao trabalhador a formação de patrimônio, sob a forma de reserva financeira compulsória, proporcional ao tempo de serviço, com o objetivo de socorrê-lo em caso de desemprego involuntário. Porém tais recursos podem ser utilizados pelos titulares nas diversas hipóteses estabelecidas no art. 20 da Lei nº 8.036, de 1990, que regulamenta o Fundo, principalmente na aquisição da casa própria, na aposentadoria e em situações de dificuldades, que podem ocorrer em caso de algumas doenças graves”.

Ela ainda complementa na justificativa do projeto, que o “patrimônio do trabalhador, com vínculo empregatício, o FGTS, pela sua magnitude de recursos, se transformou em um patrimônio do País, sendo um importante indutor das políticas públicas, que impulsionam a atividade econômica mediante aplicação de seus recursos, na forma de financiamento, em empreendimentos nas áreas de habitação, saneamento básico e infraestrutura urbana, em consonância com a política nacional de desenvolvimento urbano e as políticas setoriais de habitação popular, saneamento básico e infraestrutura urbana estabelecidas pelo Governo Federal”.

A parlamentar também cita que agora, os recursos do Fundo, por força da Lei nº 13.778, de 2018, serão aplicados em operações de crédito destinadas às entidades hospitalares filantrópicas, bem como a instituições que atuam no campo para pessoas com deficiência, e sem fins lucrativos que participem de forma complementar do SUS.

“Daí o motivo das restrições das hipóteses de movimentação das contas vinculadas que, em 2017, possuíam saldo de R$ 384 bilhões, distribuídos em 781,4 milhões de contas. Ocorre que há também situações outras a afligir os trabalhadores, como as dívidas tributárias (IPVA, IPTU e, principalmente, Imposto de Renda) que, se não quitadas em tempo hábil, serão inscritas na dívida ativa”, disse.

Ela ainda disse que no caso dos tributos federais, a partir da inscrição em dívida ativa, incidirá o encargo legal de 20% sobre o valor principal do débito. O devedor poderá ter seus dados incluídos no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin). Portanto, não conseguirá ter 3 acesso à Certidão de Regularidade Fiscal (Certidão Negativa de Débitos) e também será impedido de contratar financiamentos públicos, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

A Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) também poderá encaminhar a Certidão de Dívida Ativa para o Cartório de Protesto de Títulos, para que seja feito o protesto extrajudicial, o qual poderá afetar a capacidade de crédito do devedor no mercado, em razão do acesso dos dados pelos órgãos de proteção ao crédito, como a Serasa e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

Ainda, se a dívida não for paga, o débito será encaminhado para ajuizamento da execução fiscal, e a cobrança será feita em juízo, com a representação pela PGFN. Tratamento semelhante é dado à cobrança das dívidas tributárias pelos Estados e Municípios. São situações que muito afligem os trabalhadores, os quais poderiam dispor de recursos próprios para quitar suas dívidas com o saldo de suas contas no FGTS.

Por Saulo Moreira.

 


Compartilhe :

Notícias Relacionadas

DestaqueInovação

04 de dezembro de 2019

Seminário discute regulamentações do CNJ para estimular desjudicialização

​​​"O monopólio que a Constituição garante ao Poder Judiciário é o da jurisdição. A justiça…

Leia Mais →
Destaque

19 de novembro de 2019

Registro em Cartórios de Protesto passa a ser gratuito

O protesto de títulos é um serviço público, que tem como função caracterizar a inadimplência…

Leia Mais →
Destaque

12 de novembro de 2019

PROVIMENTO Nº 86 DO CNJ É TEMA DA REUNIÃO DE TABELIÃES NO RJ

Na tarde no último dia 07, reuni-se na sede do Instituto de Protesto, dezenas de…

Leia Mais →
Destaque

24 de outubro de 2019

Corregedores discutem aperfeiçoamento das áreas Disciplinar e Extrajudicial

O segundo painel da programação do II Fórum Nacional das Corregedorias (Fonacor) foi reservado à…

Leia Mais →
Destaque

23 de outubro de 2019

Corregedoria da Justiça promove palestras sobre legislação e atividade notarial e de registros públicos

Começou, na última semana, o ciclo de palestras de capacitação em Legislação e Atividade Notarial…

Leia Mais →
DestaqueInovação

08 de outubro de 2019

Provimento do CNJ regulamenta criação de Central e facilita serviços oferecidos pelos Cartórios do Brasil

O presidente da Associação dos Notários e Registradores do Brasil, Cláudio Marçal (foto), comemorou decisão…

Leia Mais →
Destaque

30 de julho de 2019

Itaú anuncia PDV para seus funcionários; programa começa em agosto

O banco não informou qual o impacto financeiro esperado pela medida nem a expectativa de…

Leia Mais →
Destaque

05 de julho de 2019

Léo B. Almada é reeleito para presidência do IEPTB BR

Como é de conhecimento público, o IEPTB BR realizou ontem 27/06/2019 seu processo eleitoral para…

Leia Mais →
Destaque

21 de Fevereiro de 2019

FEBRABAN alerta: durante a folia do carnaval, fique atento ao golpe da troca de cartão

Neste ano, o carnaval acontece oficialmente só em março, mas isso não impede que diversos…

Leia Mais →
Destaque

21 de Janeiro de 2019

Intenção de consumo das famílias tem maior alta mensal da série história

O brasileiro está mais disposto a consumir. Pesquisa da Confederação Nacional do Comércio (CNC) revela…

Leia Mais →
Destaque

27 de dezembro de 2018

IEPTB BR apresenta novo site mais funcional e intuitivo

Mais serviços e informações dentro de um layout funcional, intuitivo e inteligente. Com essa proposta…

Leia Mais →
Destaque

10 de dezembro de 2018

Desembargador Claudio de Mello Tavares é eleito presidente do TJRJ

O desembargador Claudio de Mello Tavares foi eleito presidente do Tribunal de Justiça do Estado…

Leia Mais →
Destaque

10 de dezembro de 2018

CNJ designa juiz como membro do Comitê Gestor dos Cadastros Nacionais

O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e presidente do STF, ministro Dias Toffoli,…

Leia Mais →
Destaque

26 de novembro de 2018

INSTITUTO DE PROTESTO DO RIO DE JANEIRO RECEBE PRÊMIO NO 44º FONAJE

No último dia 23, o Instituto de Protesto do Rio de Janeiro teve a grata…

Leia Mais →
Destaque

14 de novembro de 2018

INSTITUTO DE PROTESTO ELEGE DIRETORIA PARA UM MANDATO DE 3 ANOS

Na tarde do dia 13 de novembro reuniram-se na sede do Instituto de Protesto os…

Leia Mais →
Destaque

13 de novembro de 2018

Ministro do STF Alexandre de Moraes destaca papel dos cartórios na eficiência da Justiça

O fortalecimento do ramo judiciário foi o tema central da palestra proferida pelo Ministro do…

Leia Mais →
Destaque

07 de novembro de 2018

Fisco publica norma sobre dívida ativa

A Receita Federal terá 90 dias para encaminhar à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) pedidos…

Leia Mais →
Destaque

31 de outubro de 2018

DUPLICATA ELETRÔNICA: CÁRMEN LÚCIA SUSPENDE ENVIO DE PROJETO DE LEI À SANÇÃO PRESIDENCIAL

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu liminarmente, nesta segunda-feira (29/10), o envio…

Leia Mais →
Destaque

29 de outubro de 2018

NECESSIDADE DE TABELIÃO É VERDADE INCONVENIENTE, DIZ ROBERTO LIVIANU

Dentre as inúmeras verdades inconvenientes que vieram à tona quando o caldeirão foi destampado pela…

Leia Mais →
Destaque

22 de outubro de 2018

Atual cenário e desafios do Protesto é debatido no 72º Encontro de Tabeliães do RS

Canela (RS) – Para encerrar as atividades acadêmicas desta sexta-feira (19.10) do 72º Encontro Estadual…

Leia Mais →
Destaque

08 de outubro de 2018

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÕES DO IEPTB RJ

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÕES DO IEPTB RJ O Presidente do IEPTB RJ, Celso Jorge…

Leia Mais →
Destaque

27 de setembro de 2018

Especialista mostra a importância de indicadores na administração de cartórios extrajudiciais

Apesar do vasto conhecimento em Direito, cerca de 60% a 80% dos trabalhos desenvolvidos por…

Leia Mais →
Destaque

14 de setembro de 2018

Caixa reduz juros da casa própria pelo SFI

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta sexta-feira (14) nova redução das taxas de juros do…

Leia Mais →
Destaque

13 de setembro de 2018

MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA FAZ BALANÇO DO TRABALHO NA CORREGEDORIA NACIONAL DE JUSTIÇA

Durante o período em que esteve à frente da Corregedoria Nacional de Justiça, de agosto…

Leia Mais →
Destaque

10 de setembro de 2018

Acabar com cartórios causaria insegurança e ineficiência nos serviços públicos

De norte a sul, mais de 28 mil candidatos registrados pelo Tribunal Superior Eleitoral inundam…

Leia Mais →
Destaque

06 de setembro de 2018

Presidente da Febraban diz que bancos ajudarão a recuperar Museu Nacional

Murilo Portugal deu informação após participar de reunião com Temer no Planalto. Incêndio no último…

Leia Mais →
Destaque

30 de agosto de 2018

Rio de Janeiro é o estado com maior acesso à Justiça no país

O Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ) é o que apresenta estruturas físicas mais acessíveis…

Leia Mais →
Destaque

27 de agosto de 2018

3º SIMPÓSIO DE DIREITO NOTARIAL E REGISTRAL

No último dia 25, ocorreu no auditório do Hotel Golden Tulip (Vitória/ES) o 3º SIMPÓSIO…

Leia Mais →
Destaque

15 de agosto de 2018

16 CONVERGÊNCIA – PERNAMBUCO

Trata-se de um grande Encontro Nacional de Tabeliães de Protestos de Títulos e Documentos de…

Leia Mais →
Destaque

14 de agosto de 2018

Cartórios: a segurança que você não vê e que beneficia a todos

Após um dia cansativo de trabalho você chega em sua casa. Ao se deparar com…

Leia Mais →
Destaque

10 de agosto de 2018

Grandes bancos veem lucro subir 12,30% no 2º trimestre

Juntos, Banco do Brasil, Bradesco, Itaú Unibanco e Santander Brasil tiveram lucro de R$ 17,8…

Leia Mais →
Destaque

26 de Março de 2018

Eficiência extrajudicial novamente conclamada.

Por José Roberto Nalini Quando afirmo que a estratégia utilizada pelo constituinte de 1988 para…

Leia Mais →