Protesto

Protesto garante saúde financeira das empresas

Compartilhe :

 

Em tempos de recuperação financeira, o protesto de títulos é uma ferramenta útil para o empresário interessado em manter a saúde financeira de seu negócio. Isso acontece porque o protesto tem respaldo em lei, o que o torna um método seguro de cobrar uma dívida. Outro ponto favorável é que qualquer título ou documento que represente uma dívida pode ser protestado, a exemplo de cheques e contratos de aluguel. “O protesto tem um custo menor que uma ação judicial, e é um meio mais eficaz e rápido na recuperação de crédito”, avalia Isabella Falangola, presidente do Instituto de Protesto – Seção Pernambuco (IEPTB-PE). Para ter uma ideia da eficácia da ferramenta, em Pernambuco, cerca de 50% dos títulos enviados para cartório são pagos dentro do tríduo. O processo é simples: basta o credor apresentar o título ou documento de dívida no Cartório de Protestos. Caso não sejam encontradas irregularidades no título apresentado, o processo tem continuidade. Em seguida, é emitida uma intimação que será entregue no endereço do devedor. Ao receber a intimação, o devedor tem um prazo de até três dias úteis para comparecer ao cartório e regularizar a situação. “Caso não seja pago no prazo legal, o título será protestado. O protesto é de conhecimento público e somente deixa de existir quando a dívida é quitada”, explica Isabella. Há vários cartórios de protesto espalhados pelo Estado e é possível conferir todos eles em nosso site.

Fonte: IEPTB BR


Compartilhe :

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa
newslatter

Cadastre-se e receba novidades sobre o IEPTB-RJ em primeira mão.