Inovação

CNJ: Corregedoria define mínimo de equipamentos para cartório funcionar

Compartilhe :

Os cartórios de todo o País terão que ter um padrão mínimo de equipamentos tecnológicos para poder funcionar, conforme determina o Provimento 74 da Corregedoria Nacional da Justiça, publicado nesta semana. A medida visa garantir um padrão mínimo de segurança da informação e de atendimento ao cidadão.

“Após vistoria em todos os Estados, observamos que alguns cartórios operavam sem nenhum sistema de segurança de dados, com, por exemplo, softwares piratas e internet intermitente”, informa o juiz auxiliar da Corregedoria, Márcio Evangelista Ferreira da Silva.

A Corregedoria, vinculada ao Conselho Nacional de Justiça, dividiu os cartórios em três categorias: “classe 1”, serventias com arrecadação de até R$ 100 mil por semestre; “classe 2”, serventias com arrecadação de até R$ 500 mil por semestre; e “classe 3”, serventias com arrecadação acima de R$ 500 mil por semestre. Para cada classe há uma lista mínima de pré-requisitos tecnológicos. A lista completa está em anexo ao Provimento.
“Levamos em consideração desde o preço dos equipamentos até o avanço tecnológico e a necessidade de se uniformizar a manutenção dos arquivos eletrônicos, de forma a permitir que, no futuro, os dados sejam compartilhados entre os cartórios com segurança”, destacou Evangelista. Ele lembrou que diversos cartórios já sofreram ações de hackers. “Isso não pode acontecer. O notário é o guardião da informação. Estamos lidando com dados de grande importância”, disse, completando que a lista mínima de pré-requisitos facilitará a fiscalização da Corregedoria. “Teremos algo concreto para avaliar, tornando a fiscalização mais objetiva”.

Atualmente existem 11.921 cartórios no País. De acordo com o levantamento da Corregedoria, cerca de 30,1% estão na classe 1, mais de 26,5% na classe 2, e 21,5% na classe 3.

Fonte: CNJ


Compartilhe :

Notícias Relacionadas

Inovação

26 de dezembro de 2019

Multiplicação de competidores cria desafio extra para bancos digitais

Executivos do setor estimam que já tenham sido abertas no país pelo menos 50 milhões…

Leia Mais →
DestaqueInovação

04 de dezembro de 2019

Seminário discute regulamentações do CNJ para estimular desjudicialização

​​​"O monopólio que a Constituição garante ao Poder Judiciário é o da jurisdição. A justiça…

Leia Mais →
DestaqueInovação

08 de outubro de 2019

Provimento do CNJ regulamenta criação de Central e facilita serviços oferecidos pelos Cartórios do Brasil

O presidente da Associação dos Notários e Registradores do Brasil, Cláudio Marçal (foto), comemorou decisão…

Leia Mais →
Inovação

12 de julho de 2019

RIO DE JANEIRO APRESENTA CENPROT NACIONAL AO TABELIONATOS DE PROTESTO

No último dia 10, na sede da Anoreg RJ, foi apresentada a todos os Tabelionatos…

Leia Mais →
Inovação

14 de Fevereiro de 2019

CORREGEDORIA QUER ESTABELECER PADRÕES DE SEGURANÇA NOS SERVIÇOS EXTRAJUDICIAIS

Em sua primeira reunião, o Comitê de Gestão da Tecnologia da Informação dos Serviços Extrajudiciais…

Leia Mais →
Inovação

29 de Janeiro de 2019

UNOPAR – OFERECE CURSO DE SERVIÇOS JURÍDICOS

As opções são para superior de Tecnologia, Bacharelados e Licenciaturas A Universidade Norte do Paraná…

Leia Mais →
Inovação

03 de Janeiro de 2019

Blockchain: tecnologia que irá revolucionar a integração de dados distribuídos globalmente será destaque em 2019

O blockchain ganhou notoriedadedevido a popularização do Bitcoin, porém essa tecnologia não serve apenas como o…

Leia Mais →
Inovação

22 de outubro de 2018

Recupere seus créditos a qualquer hora, 24h por dia, todos os dias da semana

Protestar Uma Dívida Ficou Ainda Mais Fácil!   Recupere seus créditos a qualquer hora, 24h…

Leia Mais →
Inovação

02 de outubro de 2018

Cartórios extrajudiciais tendem a se tornar ambientes cada vez mais digitalizados

“A sociedade do papel e do carimbo está com os dias contados”, afirmou a doutoranda…

Leia Mais →
Inovação

24 de agosto de 2018

Boleto vencido a partir de R$ 400 poderá ser pago em qualquer banco

A partir deste sábado (25), será possível pagar em qualquer banco os boletos vencidos com…

Leia Mais →
Inovação

17 de agosto de 2018

TJRJ adota modelo inovador nas cobranças de tributos municipais

“Devo não nego, pago quando puder”. Esse provérbio popular é coisa do passado. Com o…

Leia Mais →
Inovação

13 de agosto de 2018

O que está em jogo com a nova Autoridade Nacional de Proteção de Dados

É necessário uma Autoridade independente, com autonomia técnica e dotada de meios necessários para realizar…

Leia Mais →
Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa
newslatter

Cadastre-se e receba novidades sobre o IEPTB-RJ em primeira mão.